Tem início o X Encontro Mundial das Famílias: dioceses celebrarão em suas sedes em todo o mundo

Compartilhe:

Foi aberto nesta quarta-feira, 22 de junho, o X Encontro Mundial das Famílias, em Roma. Numa cerimônia marcada por testemunhos de diferentes famílias da Itália e de outras partes do mundo, o Papa Francisco demonstrou proximidade e encorajou as famílias a iniciarem um caminho juntos. A delegação brasileira, composta por 35 pessoas, esteve nas primeiras filas da Sala Paulo VI. Aqui no Brasil, bispos motivam a participação nas atividades diocesanas e manifestam comunhão com a celebração convocada pelo pontífice.

Proximidade

Com mais de 2 mil participantes de todo o mundo na sala Paulo VI, o Festival das Famílias foi marcado por testemunhos, apresentações musicais e a presença do Papa Francisco. Após escutar vários testemunhos de diversas famílias, com experiências de doação, perdão, reconciliação, perdas e acolhida a migrantes, por exemplo, o Papa falou às famílias de todo o mundo e comentou cada testemunho partilhado.

“Eu gostaria de fazer você sentir minha proximidade exatamente onde você está, em sua condição concreta de vida. O meu encorajamento é sobretudo este: partir da vossa situação real e a partir daí procurar caminhar juntos: juntos como esposos, juntos na vossa família, junto com outras famílias, junto com a Igreja. Penso na parábola do Bom Samaritano, que encontra um ferido na rua, aproxima-se dele, toma conta dele e o ajuda a recomeçar a viagem. Eu gostaria que a Igreja fosse exatamente isso para você! Um bom samaritano que se aproxima, se aproxima de você e o ajuda a continuar seu caminho e a dar “mais um passo”, mesmo que pequeno. E não esqueça que proximidade é o estilo de Deus: proximidade, compaixão e ternura. Este é o estilo de Deus”, disse o pontífice.

Participação nas dioceses

O bispo de Rio Grande (RS) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Ricardo Hoepers, divulgou uma vídeo no qual destaca que o X Encontro Mundial das Famílias “vem trazer para todos nós esse vigor espiritual que as famílias necessitam nesse tempo pós-pandêmico”.

Sobre o tema, “Amor em família, vocação e caminho de santidade”, afirmou que “a família se torna o centro de onde brotam todas as vocações e para onde todas as vocações se aprimoram, se santificam e, acima de tudo, se unem para trabalhar pela construção do Reino de Deus”.

Ele motivou a participação dos fiéis nas comunidades e o acompanhamento das atividades diocesanas e em Roma.

Já o arcebispo de Belo Horizonte (MG) e presidente da CNBB, dom Walmor Oliveira de Azevedo, afirmou que o encontro é “oportunidade para dedicarmos ainda mais atenção aos muitos contextos familiares, reconhecendo-os como essenciais para pavimentar caminhos de santidade”.

“Possamos nos dedicar ainda mais ao dom que é cada contexto familiar, vivendo o convite-convocação do Papa Francisco. Em cada comunidade de fé, nesta semana, vamos rezar e meditar sobre as famílias, planejando momentos simples, mas significativos inspirando e homenageando o amor que constitui laços nos contextos familiares”, motivou dom Walmor.

Fonte: CNBB

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR​