Papa: “rezemos por Bento XVI, ele está doente e no silêncio apoia a Igreja”

Compartilhe:

No final da Audiência Geral desta quarta-feira (28/12), Francisco pediu aos fiéis uma “oração especial” por seu antecessor de 95 anos: “Que o Senhor o sustente neste testemunho de amor à Igreja até o fim”. O Diretor da Sala de Imprensa do Vaticano lançou um comunicado na manhã afirmando: “A situação no momento permanece sob controle, constantemente monitorada pelos médicos”

Em meio às saudações aos fiéis italianos no final da Audiência Geral desta quarta-feira (28), destacando-se do texto escrito, Francisco, olhando para os presentes na Sala Paulo VI, confiou-lhes uma intenção muito precisa: “Uma oração especial pelo Papa emérito Bento XVI, que no silêncio está sustentando a Igreja”. “Recordemos, ele está muito doente, pedindo ao Senhor que o console e o sustente neste testemunho de amor à Igreja até o fim”.

A ligação entre Francisco e Bento

Em numerosas ocasiões, Francisco falou da ligação com seu antecessor, a quem ele chamou de “pai” e “irmão” no Angelus de 29 de junho de 2021, por ocasião do 70º aniversário da ordenação sacerdotal de Ratzinger. Desde o início de seu pontificado, o Papa Francisco iniciou a “tradição” de visitar o Pontífice Emérito, começando com a primeira histórica visita logo após a sua eleição que chegou de helicóptero à residência de Castel Gandolfo, onde Bento XVI permaneceu algumas semanas antes de se mudar para o Vaticano. No período que antecede o Natal ou a Páscoa ou por ocasião de consistórios com novos cardeais, Francisco sempre mostrou um gesto de proximidade e cortesia ao visitar o mosteiro do Vaticano para votos de felicitações e saudação.

Fonte: Vatican News – por Salvatore Cernuzio

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR​