/
/
Mensagem para o 6º Domingo da Páscoa (25/05/2014)

Mensagem para o 6º Domingo da Páscoa (25/05/2014)

Queridos irmãos e irmãs, já estamos chegando ao final do mês de maio e, com ele, muitos terços, muitas orações e coroação de Nossa Senhora está sendo preparada com muita alegria.

O centro da celebração neste domingo pascal é a força interior que vive na Igreja conduzindo o nosso processo evangelizador. Essa força é o Espírito Santo. A Igreja não é animada e nem conduzida pela mentalidade humana ou por estratégias marketeiras, mas pelo Espírito Santo de Deus, enviado como o Defensor. Com esta promessa, Jesus garante que a Igreja não é uma comunidade orfã, desvalida ou desprotegida.  A Igreja nem mesmo tem o que temer em sua missão evangelizadora, pois estará sempre protegida pelo seu Defensor, que dentro dela vive e age. A Igreja e todas as comunidades eclesiais acolhem e ouvem o Espírito Santo à medida que vive no amor. É um fator necessário porque “Deus é amor”. E é no amor da comunidade que seu Espírito Santo pode realizar maravilhas. É pelo amor que o Espírito de Jesus permanece na comunidade eclesial. E mais que isso: está dentro de nós, conforme ouvimos no evangelho deste domingo.  A garantia, portanto para que a comunidade eclesial seja conduzida e defendida pelo Espírito da Verdade está em viver no amor e no cumprimento dos mandamentos de Jesus. A Igreja é de Jesus Cristo e nós participamos de sua Igreja. Por isso, também, defendidos pelo Espírito Santo quando, por meio de nosso testemunho, revelamos nossa identidade de discípulos/as de Jesus e seguidores/as do evangelho. A atividade defensiva do Espírito Santo não se limita à proteção e defesa da Igreja e de seus membros. É uma atividade que, como celebraremos no domingo próximo na festa da Ascensão,  conduz a Igreja pelas estradas do mundo, dirigindo-a por todos os endereços da Terra para anunciar o evangelho.  A atividade do Defensor enviado por Jesus acompanha a Igreja em sua missão evangelizadora para que esta não tenha medo de anunciar o evangelho.

Peçamos hoje que cada um de nós possa avançar, passar de uma fé superficial que permanece no âmbito da curiosidade, da admiração, do encantamento para despertar a vivência de uma fé mais robusta, conduzida pelo Espírito Santo de Deus, para que todos nós sejamos não apenas fieis mas verdadeiros/as discípulos/as de Jesus. Quando nos damos conta de que é o Espírito Santo que rege e defende sua Igreja e a cada um de nós, então não tememos nem nos envergonhamos de testemunhar o evangelho porque nos colocamos aos cuidados desse Espírito Santo, grande Defensor, luz e força que nos impulsiona, conduz, ilumina e protege.

Fique com Deus e com a proteção de Nossa Senhora. Por intercessão de São José, padroeiro da nossa Diocese, e de Nossa Senhora, Mãe da Vida,  que desça sobre todos nós, especialmente os enfermos e os habitantes dos sítios, a bênção, a saúde e a proteção do Deus cheio de bondade o Pai + e o Filho e o Espírito Santo. Amém.

Compartilhar: