Francisco apresenta um resumo de sua viagem ao Iraque

Compartilhe:

Na Audiência Geral desta quarta-feira (10), o Papa Francisco expôs um resumo de sua 33ª Viagem Apostólica ao Iraque, no período de 5 a 8 de março. O Papa ressaltou a importância da viagem como realização de um sonho do Papa São João Paulo II e o fato de ter sido a primeira vez que um papa visitou o Iraque.

Confira a palavra do Papa.

Nestes últimos dias, o Senhor concedeu-me a oportunidade de visitar o Iraque, realizando, assim, um sonho de São João Paulo II. Nunca antes um Papa tinha estado na terra de Abraão. A providência quis que isto ocorresse agora como sinal de esperança, após anos de guerra e terrorismo e em meio a uma grave pandemia.

Após esta visita, a minha alma está cheia de gratidão a Deus e a todos aqueles que a tornaram possível. Pude ver nesta peregrinação a esperança de abertura a um horizonte de paz e fraternidade resumido nas palavras de Jesus, que eram o tema da visita: “Vós sois todos irmãos”.

O povo iraquiano tem direito a viver em paz, a reencontrar a dignidade que possui. a resposta à guerra não é outra guerra; a resposta às armas não são outras armas; a resposta é a fraternidade. Por isso, nos encontramos e rezamos juntos, cristãos e mulçumanos, com representantes de outras religiões em Ur, onde Abraão recebeu o chamado de Deus.

Mensagens de fraternidade emergiram do encontro eclesial na Catedral Sírio-Católica em Bagdá, bem como desde  Mosoul e Qaraqosh nas margens do Tigre, e nas duas celebrações eucarísticas em Bagdá e Erbil.

Louvemos a Deus por esta visita, e rezemos para que o caminho da fraternidade e da paz persista no Iraque, no Oriente Médio e no mundo inteiro.

Com informações de VaticanNews

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR​