Dirijamo-nos com confiança à Divina Misericórdia, convida Papa Francisco

Compartilhe:

O Papa Francisco lembrou que no próximo domingo, 11 de abril, segundo domingo da Páscoa, a Igreja celebrará a Festa da Divina Misericórdia, por isso encorajou os fiéis a se dirigirem com confiança a “Cristo misericordioso” e pedir a “graça do perdão e do amor ativo pelos demais”.

Assim indicou o Santo Padre na quarta-feira, 7 de abril, durante a Audiência Geral, enquanto cumprimentava os fiéis de língua polonesa.

O Papa Francisco enfatizou que São João Paulo II, ao criar esta festa, recordou que “a liturgia deste domingo parece traçar o caminho da misericórdia que, ao reconstruir a relação de cada um com Deus, também desperta novas relações de solidariedade fraterna entre os homens”.

“Cristo nos ensinou que o homem não só recebe e experimenta a misericórdia de Deus, mas também é chamado a ‘mostrar misericórdia’ aos outros: Bem-aventurados os misericordiosos, porque encontrarão misericórdia”, acrescentou o Papa.

Por essa razão, o Santo Padre mais uma vez o encorajou os católicos de todo o mundo a acudir ao “Cristo misericordioso” com confiança e a pedir “a graça do perdão e do amor ativo pelo próximo”.

Santa Faustina Kowalska contou que teve a primeira revelação da Divina Misericórdia em 22 de fevereiro de 1931, estando sozinha em seu quarto no convento de Plock.

A cena desta revelação e as palavras que ouviu foram escritas em seu diário em que ele contou que Jesus lhe pediu para pintar uma imagem dele, fiel à imagem diante dela, vestida de branco e que de seu coração feixes de luz vermelha e branca emanavam e a imagem deveria conter a inscrição: “Jesus, eu confio em ti”.

VaticanNews

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR​