Diocese de Pesqueira terá 50 novos Ministros da Palavra no final de dezembro

Compartilhe:

A instituição oficial de ministros leigos em uma comunidade, segundo um ritual litúrgico próprio, previsto para esta circunstância, pode assumir um significado muito grande para o fortalecimento da dimensão eclesial dos ministérios leigos, contanto que faça parte de um projeto diocesano e seja a culminância de um processo de valorização dos leigos nas comunidades.”                                               (Doc. 62 da CNBB “Missão e ministérios dos cristãos leigos e leigas”)

Numa cerimônia inédita, Dom José Luiz Ferreira Salles, CSsR, bispo diocesano, instituirá 50 Ministros da Palavra no dia 28 de dezembro, com a Santa Missa às 9 horas na Reitoria São Miguel, em Arcoverde. Os novos Ministros são fruto da Escola de Ministros da Palavra “Lectio Divina”, uma das prioridades pastorais do Plano Pastoral Diocesano para a Região Arcoverde.

A Escola vem dar destaque à ação dos leigos e leigas na caminhada da Igreja. Esta é a primeira vez que a Diocese de Pesqueira institui oficialmente Ministros da Palavra, tomando como base as orientações do documento 108 da CNBB “Ministério e celebração da Palavra”. 

Formação

A Escola caminhou ao longo de 2019 com encontros mensais de um dia inteiro, contando com a assessoria de vários professores e orientadores da Diocese e de outras dioceses. Os conteúdos foram sobre Teologia, Espiritualidade, Liturgia, Sagrada Escritura e Historia da Igreja, com uma formação sólida de grande embasamento para a missão dos novos agentes animadores da Palavra. Os leigos e leigas novos ministros são das 11 paróquias que formam a Região Pastoral Arcoverde.

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR​