/
/
/
Cáritas publica dossiê sobre migração

Cáritas publica dossiê sobre migração

A Caritas Italiana publica nesse sábado, dia 10, Dia Mundial dos Direitos Humanos, o dossiê “Acesso proibido. Fluxos migratórios e direitos negados”. A data da publicação também recorda a adoção e proclamação da Declaração Universal dos Direitos Humanos, em 1948, pela ONU.  O documento inclui dados e testemunhos sobre o fluxo migratório e lembra que o direito de migrar e o de permanecer são negados por uma grande parte do mundo. Migrações nem sempre ditadas pela guerra e pela pobreza, nas quais os países subdesenvolvidos também se tornam terras de refúgio.

Especialmente dedicado à África, o dossiê retrata o crescimento migração na região, além de mostrar que os destinos geográficos têm se diversificado notoriamente. Desde 1980 até os dias de hoje, o número de migrantes africanos triplicou: um salto de 5 milhões para 16 milhões em 2015. E, de acordo com as últimas estatísticas, a migração da África para Ásia é a mais frequente: são 4,2% de pessoas a mais por ano, um total 2 milhões de pessoas a mais só em 2015.

Compartilhar: