Papa pede perdão por perder a paciência com uma peregrina no Vaticano

Compartilhe:

O Papa Francisco pediu desculpas pelo “mau exemplo” que deu durante as Vésperas da Solenidade de Santa Maria Mãe de Deus, no Vaticano, quando reagiu de forma irritada a uma peregrina que pegou sua mão de surpresa e o puxou em direção a ela.

O Santo Padre, que havia se aproximado para rezar diante do Presépio situado no centro da Praça de São Pedro, deu dois tapas para se liberar da peregrina que insistia em não o soltar. No entanto, durante a oração do Ângelus no Palácio Apostólico na quarta-feira, 1º de janeiro, o Pontífice repudiou a sua reação e pediu desculpas: “Muitas vezes perdemos a paciência. Eu também. Peço desculpas pelo mau exemplo de ontem”.

O Santo Padre se expressou assim depois de lembrar que a salvação se baseia na paciência do amor: “O amor nos torna pacientes”, assegurou. O incidente, muito comentado nas redes sociais, aconteceu muito rapidamente, sem que os responsáveis ​​pela segurança do Papa tivessem tempo de reagir para evitá-lo. Francisco, visivelmente zangado com a atitude desrespeitosa da peregrina, afastou-se do local, embora tenha se recomposto rapidamente e continuou cumprimentando os outros peregrinos com sua amabilidade habitual.

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR​