Diretor de “La Civita Cattolica” fala no Encontro Nacional da Pascom

Compartilhe:

“Se tivermos necessidade de estratégias de comunicação então significa que não temos nada para dizer”

Começou ontem, 24, o 4º Encontro Nacional da Pastoral da Comunicação (Pascom) e 2º Seminário Nacional de Jovens Comunicadores, organizado pela Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação da CNBB. O evento, que acontece em Aparecida (SP), estima reunir cerca de mil pessoas interessadas em articular, animar e motivar a Pascom da Igreja no Brasil, tendo presente a cultura gerada pelas novas tecnologias. Na manhã desta sexta-feira, 25, o diretor da revista La Civiltá Cattolica, Padre Antonio Spadaro, disse em conferência que a Internet não é só uma ferramenta de Evangelização e que “O Papa não está interessado em comunicação, ele está presente”.

No pequeno trecho do vídeo publicado hoje por Catholicus, padre Spadaro afirmou que se o conteúdo que se publica na internet não gera “paixão, diálogo, ele não vale de nada”. E perguntou aos jovens:”Vocês já tiveram experiência de postar algo no Facebook ou Instagram e gerou muitos comentários? Isso significa que você postou alguma coisa que gerou paixão, diálogo, comunicação e isso é bom, importante”. Pe. Spadaro destacou que a missão é fazer com que o Evangelho gere paixão, e caso não seja assim, caso tenhamos necessidade de estratégias de comunicação, significa que não temos nada para dizer. Citou, portanto, o exemplo do Papa Francisco que comunica com naturalidade por meio da Internet.

“Agora se o Evangelho não gera esta relação, esta paixão, este diálogo, não serve para nada. Eis a nossa missão como evangelizadores: fazer com que o Evangelho gere paixão, diálogo, reações, relações”. “Portanto não há necessidade de grandes estratégias de comunicação. Mas é importante que vocês estejam presentes. Vejam: o Papa não comunica, ele não é interessado em comunicação, ele está presente. Ele está ali onde ele deve estar”. Ele está totalmente presente naquela pequena relação e breve que se cria olhando nos olhos. Isso não é estratégia de comunicação, isso é presença!” “Devemos comunicar com naturalidade! Se tivermos necessidade de estratégias de comunicação então significa que não temos nada para dizer.”

Fonte: ZENIT

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR​