Caravana Socioambiental visita obras na Paraíba e no Ceará

Compartilhe:

Nesta terça-feira, primeiro de março, segundo dia da Caravana socioambiental de visita às obras de Integração do São Francisco – Eixo Norte, a programação iniciou com uma ida à Barragem Engenheiro Ávidos, no município de Cajazeiras (PB). O reservatório foi construído em 1936 e será um dos que receberá águas do Rio São Francisco. Dele, seguirá água para a Barragem Oiticica, em Jucurutu (RN). Segundo o secretário geral de infraestrutura hídrica do Ministério da Integração, Osvaldo Garcia, a Barragem Engenheiro Ávidos é um dos 24 reservatórios que passarão por revitalização para receber as águas do Velho Chico. “Aqui, devem chegar cerca de 6 mil metros cúbicos por segundo, no final de linha. Uma parte ficará para uso do estado da Paraíba e o restante será para uso do estado do Rio Grande do Norte”, explicou o secretário. Ainda de acordo com Osvaldo, as obras em Ávidos serão concluídas até o final deste ano e a previsão para a chegada da água do São Francisco é até o final do primeiro semestre de 2017.

Vila Produtiva Cacaré

No final da manhã, o grupo foi seguiu viagem, percorrendo vários quilômetros, enfrentando poeira e estrada de barro, até chegar à Vila Produtiva Cacaré, no município de São José de Piranhas (PB). Trata-se de uma vila composta por 120 casas, que serão habitadas por famílias que residem na faixa de obra de implantação do Projeto de Integração do Rio São Francisco.

Cada família receberá cerca de cinco hectares de terra, sendo um destinado à irrigação.

Barragem Jati

No início da tarde desta terça-feira, a Caravana, formada por cerca de cem pessoas, entre bispos, padres, religiosos, leigos e representantes de organismos do governo federal, seguiu para a Barragem Jati, no município de Jati (CE). É um reservatório construído para receber as águas do São Francisco e, de lá, partirá o canal que levará a água para os estados do Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte. Com capacidade para receber 28 milhões de metros cúbicos de água, o reservatório está com 85% das obras concluídas.

A previsão do Ministério da Integração é de que a água do São Francisco chegue a Jati até julho do próximo ano. “Não sou engenheiro, mas tenho a impressão de que a obra não está pronta até lá, para receber as águas. Mas, claro que uma obra com uma grandiosidade dessas também tem problemas. Nessa hora, precisamos ver o custo-benefício. Entre os prejuízos que se tem numa construção com essas e o grande benefício, que é atingir as famílias, as regiões marcadas pela seca, com certeza o benefício vai ser maior”, observou o bispo de Caicó, Dom Antônio Carlos Cruz.

Vila Produtiva Retiro

O segundo dia de atividades da Caravana encerrou na Vila Produtiva de Retiro, no município de Penaforte (CE), que conta com 30 casas, já habitadas. A programação iniciou com visita a algumas famílias, que já utilizam o terreno da casa para o cultivo de verduras e frutas. Após, os caravaneiros puderem relatar as experiências vividas ao longo do dia e participar da celebração da Palavra.

Para o Arcebispo Metropolitano de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, essas ações têm confirmado que esta iniciativa tem sido produtiva. “Tudo isso é positivo, porque nos traz uma ideia concreta do que seja o projeto do Rio São Francisco. Nós estamos vendo concretamente o que é o projeto. Não só a parte física, mas também uma dimensão socioambiental, com a construção dessas agrovilas”, avaliou.

Açude Engenheiro AvidosSegundo o presidente da associação da Vila de Retiro, Antônio Taveira, natural de Salgueiro (PE), esta iniciativa das vilas produtivas tem sido positiva. “Para a gente, tem sido maravilhoso. Estamos aqui há seis meses. É um processo de adaptação, mas temos o acompanhamento do governo. Aqui é uma comunidade, mas vivemos como em um meio urbano”, diz. Ainda de acordo com Antônio, com a conclusão das obras de integração das bacias do Rio São Francisco, será possível a ampliação da produção. Atualmente, o cultivo é feito dentro do território das casas.

A programação da caravana segue com o terceiro dia de atividades nesta quarta-feira (02). Na parte da manhã, os participantes seguirão para Salgueiro (PE), onde terão um momento no escritório regional do Ministério de Integração Nacional. À tarde, será feita uma visita à Estação de Bombeamento 1, com passagem pelo Rio São Francisco e, após, será possível conhecer o manancial, encerrando com celebração da Palavra.

Cacilda Medeiros e Luiza Gualberto – PasCom Natal-RN

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR​