Na Nunciatura em Santiago, Francisco recebeu um grupo de vítimas de abusos e se emocionou ao ouvir os relatos.

Depois de pedir perdão pelas falhas de membros da Igreja que abusaram de crianças no primeiro discurso no Chile, depois do almoço, o Papa Francisco recebeu na Nunciatura Apostólica de Santiago um pequeno grupo de vítimas de abusos sexuais. De acordo com o Diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Greg Burke, o encontro se realizou de forma estritamente privada. “Ninguém mais estava presente: somente o Papa e as vítimas. E isso para que pudessem contar seus sofrimentos ao Papa Francisco, que os ouviu, rezou e chorou com eles.” Na manhã de terça-feira, no Palácio presidencial “La Moneda”, diante de autoridades, representantes da sociedade civil e o corpo diplomático, o Pontífice afirmou:

“Não posso deixar de expressar o pesar e a vergonha que sinto perante o dano irreparável causado às crianças por ministros da Igreja. Desejo unir-me aos meus irmãos no episcopado, porque é justo pedir perdão e apoiar, com todas as forças, as vítimas, ao mesmo tempo que devemos nos empenhar para que isso não volte a se repetir.”

Rádio Vaticano

 

Compartilhe nas redes sociais