No início da noite deste sábado, dia 18 de julho, aconteceu a Grande Concelebração Eucarística na qual foi ordenado Bispo de Garanhuns, Pernambuco, o Monsenhor Paulo Jackson da Nóbrega de Sousa. O evento histórico para a Diocese de Patos, ocorreu no Largo Dom Gerardo, ao lado da Catedral de Nossa Senhora da Guia, em Patos.

Monsenhor Paulo Jackson, 46 anos, é natural do município de São José de Espinharas que fica na circunscrição da Diocese de Patos. Ele é filho de José Nóbrega de Souza (in memoriam) e Maria Ida da Nóbrega. O Monsenhor Paulo Jackson, um dos sete filhos do casal, começou a sua formação de padre no Seminário São José, em Patos e concluiu os seus estudos no Seminário Nossa Senhora Imaculada Conceição, em João Pessoa. Foi ordenado Padre, no dia 17 de dezembro de 1993.

11752003_1648609978708811_6184107579482427583_n

Em sua história de vida sempre se destacou por sua vocação em servir ao povo de Deus e por sua inteligência e capacidade intelectual, o que o levou a estudar e aprofundar os seus conhecimentos no Pontifício Instituto Bíblico (PIB) e Pontifícia Universidade Gregoriana, em Roma. Antes do sua ida a Roma, o então Padre Paulo serviu à Diocese de Patos e ao Povo de Deus seja como Vigário Paroquial ou mesmo como Pároco, em diversas comunidades da Diocese de Patos. Ultimamente, quando recebeu o convite do Santo Padre, o papa Francisco, para ser Bispo de Garanhuns, o padre Paulo Jackson, residia em Belo Horizonte, Minas Gerais, onde era Administrador Paroquial Professor Universitário e formador dos Seminaristas de Patos que estudam teologia.

Um grande número de padres e 17 Bispos, juntamente com uma grande multidão de Fiéis, participaram da Grande Concelebração. Dom Eraldo Bispo da Silva, Bispo da Diocese de Patos, acolheu com alegria a todos os presentes, sobretudo aos seus irmãos no episcopado e aos padres que vieram das mais diversas Dioceses. Agradeceu especialmente ao Monsenhor Paulo Jackson pela alegria, de com seu testemunho e chamado, vivenciar esse momento histórico na Diocese.

Em sua homilia, o Arcebispo de Belo Horizonte, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, destacou a grave crise ética e de lideranças pela qual passa a sociedade brasileira. Ele afirmou que a Igreja não é uma instituição alternativa, mas é nascida do próprio exemplo de Cristo e que o Bispo é um servidor do Povo de Deus. Dom Walmor concluiu apelando aos fiéis : “ mesmo que nos falte a força, nunca nos falte a coragem”.

11188281_844415452310576_6619452824788078332_n

Ao se dirigir à Grande Assembleia do Povo de Deus, Dom Paulo Jackson agradeceu emocionado ao Papa Francisco por sua nomeação, à sua família e às comunidades da Diocese de Patos, berço onde foi semeada, cultivada, alimentada e descoberta a sua vocação para o serviço consagrado.

Dirigindo-se ao Povo da Diocese de Garanhuns, local da sua nova missão, Dom Paulo lembrou que o lema do seu episcopado será In Verbo Tuo (Na Tua Palavra). É a palavra de Deus que se faz carne. Dom Paulo ressaltou ainda que assumiu um profundo compromisso, assim como são profundos os compromissos de um casamento. “A Diocese de Garanhuns é agora a minha esposa”, disse.

Concluindo a Concelebração, O padre Rodrigo Trindade fez a leitura da ata de Ordenação que foi lida, aprovada e assinada por ele, por Dom Paulo e pelos Bispos presentes.

Fonte: PasCom da Diocese de Patos-PB

Compartilhe nas redes sociais