Meus irmãos e irmãs,

A Palavra de Deus nos presentei com uma das mais belas passagens do Novo Testamento: o episódio de Emaús que conta a nossa história no nosso desânimo por Jesus estar ausente e a nossa desconfiança no que os outros falam, o nosso retorno às mesmices de sempre. Na nossa caminha pela vida fazemos frequentemente a experiência do desencanto, dos desalentos, do desânimo, das crises, dos fracassos,o desmoronamento  daquilo que julgávamos seguro e em que apostamos tudo. A falência também dos nossos sonhos nos deixa também muitas vezes frustrados, perdidos, sem expectativas. Então parece que nada faz sentido e que Deus desapareceu do nosso horizonte. A catequese que Lucas nos propõe nos garante que Jesus vivo e ressuscitado caminha ao nosso lado. Ele é esse companheiro de viagem que encontra formas de vir ao nosso encontro e de encher o nosso coração de esperança, mesmo se nem sempre sermos capazes de reconhecê-lo.  É através da Palavra de Deus escutada, meditada, partilhada e acolhida no coração que Jesus nos indica caminhos, nos aponta perspectivas novas, nos dá a coragem de continuar depois de cada fracasso, a construir uma cidade ainda mais bonita. É na partilha do pão eucarístico que percebemos a sua presença sempre que nos sentamos à mesa com a comunidade e partilhamos o pão que Jesus nos oferece dando-nos conta de que o ressuscitado continua vivo, caminhando ao nosso lado, alimentando-nos ao longo da caminhada, ensinando-nos que a felicidade está no dom da partilha e do amor. Sempre que nos juntamos com os irmãos e irmãs em volta da mesa do Senhor, celebrando na alegria e na festa o amor, a partilha e o serviço, encontramos o Ressuscitado a encher a nossa vida de sentido, de plenitude, de vida autêntica.

Renovemos nossa esperança no Ressuscitado. Ele quer se aproximar de cada um de nós, como se aproximou dos dois discípulos de Emaús, para transformar-nos em peregrinos missionários.  Ele pisa os passos da nossa decepção e da nossa esperança, da nossa morte e da nossa vida. Rezemos hoje: “Fica conosco, Senhor, em nossas tardes e noites da vida” .

Recomendo a todos que continuem rezando pela Assembleia da CNBB em Aparecida, para que neste momento de graças e bênçãos vocês possam estar unidos a todo o episcopado brasileiro. Envio também a todos um abraço de Dom Francisco Biasin que foi bispo de nossa Diocese. Fiquem com Deus e com a proteção de Nossa Senhora.  Por intercessão da Virgem Maria, de Santa Águeda e de São José, padroeiro de nossa Diocese, que desça sobre todos nós a bênção do Deus cheio de bondade, o Pai + e o Filho e o Espírito Santo. Amém.

+ José Luiz Ferreira Salles, CSsR – Bispo de Pesqueira-PE

Compartilhe nas redes sociais