A noite de ontem, 16, em Pesqueira, foi marcada por uma bela cerimônia presidida por Dom José Luiz Ferreira Salles, CSsR, na qual foi aberto o Ano Santo da Misericórdia. Por volta das 18h30, todo o clero e uma grande quantidade de fieis se reuniram no átrio da Igreja Mãe dos Homens, lugar do início da cerimônia. Dom José Luiz, dentro dos ritos iniciais,  fez a exortação inicial sobre o sentido daquele momento ora celebrado.

O Pe. Luiz Benevaldo proclamou para todos o santo Evangelho de Lucas 15, 1-7, sobre a ovelha perdida, ressaltando a misericórdia do Pai. Após a proclamação, o Pe. Joselito Siqueira leu um trecho da Bula de promulgação do jubileu extraordinário.

12346551_1007889572611055_3423571475615238461_n

Seguiu-se a procissão até a entrada da Catedral. Chegados à porta, o bispo seguiu o rito de abertura com as seguintes palavras: “Esta é a porta do Senhor: por ela entramos para alcançar misericórdia e perdão”. E a porta foi aberta. Após algum momento de oração, Dom José Luiz adentrou á igreja, seguido do clero e de todo o povo ali presente sob o canto “Senhor, quem entrará no santuário pra te louvar”.

12366317_1007890009277678_376523084986121028_n

Seguiu-se o rito da missa como de costume a partir da Liturgia da Palavra. Ao final, o bispo anunciou o Santuário da Divina Misericórdia, em Arcoverde, como um segundo lugar onde será aberta a Porta da Misericórdia no dia 27 de dezembro. Foram ainda prestadas homenagens a Dom José Luiz pelos seus 30 anos de sacerdócio, bem como lembrados os 100 anos de episcopado de Dom José de Oliveira Lopes, nosso primeiro bispo diocesano.

Terminada a missa, Dom José Luiz se dirigiu ao túmulo dos bispos na catedral onde fez breve oração pelos seus predecessores.

PasCom Diocesana

Compartilhe nas redes sociais