A Equipe Diocesana de Animação dos Círculos Bíblicos disponibilizou para os grupos missionários na diocese os roteiros para o mês de abril. Confira.

A RESSURREIÇÃO DE JESUS CRISTO – VITÓRIA DA VIDA E DO AMOR
Ressurreição é a experiência de que o Senhor está vivo. “Uma vida tão bonita não podia ficar sob o império da morte”. Jesus está na Igreja e em nossos corações, nos ressuscitando, fazendo crescer em nós a Fé, a Esperança e a Caridade. Em tudo amar e servir pelo Espírito do Ressuscitado que mora em nós. Estar atento
aos sinais – quantas pessoas são para nós sinais da presença viva do Ressuscitado.
Vivemos na Fé: Ele esta no meio de nós.
Vivemos na esperança: anunciadores da esperança – ajudar a perceber que há sinais de esperança.
Vivemos na Caridade: Amor feito serviço “Eu vim para servir”.
Vivemos celebrando: Caminhar na força do Espírito Santo e agradecer a fé e o perdão, presentes do
Ressuscitado. “Fazei isto em memória de mim”.
Durante o tempo da Páscoa, a Igreja dos viventes nos conduz para a mistagogia, isto é, para mais uma experiência com o Cristo Ressuscitado. Alegrai-vos irmãs e irmãos de caminhada…guiados pela humilde e feliz certeza de quem foi encontrado, alcançado e transformado pela verdade que é Cristo e não consegue
deixar de anunciar a beleza da Vida. Jesus é a garantia da nossa fé, por isso vivemos em comunidade: lugar onde encontramos as razões mais profundas para crer. Façamos como Maria Madalena: o amor por Jesus vence o medo. Saiamos de nossas casas e vamos anunciar que Jesus Cristo está vivo e esta entre nós. Boa
Caminhada!

PARA O INÍCIO DE CADA ENCONTRO
* Acolhida: A família da casa recebe as pessoas com alegria e simplicidade. Deixar todo mundo à vontade. Incentivar a participação de todos, sobretudo dos novos participantes ou dos visitantes.
* Oração inicial: Senhor, envia teu Santo Espírito para que nós compreendamos e acolhamos a Tua Santa Palavra! Que te conheçamos e te façamos conhecer, te amemos e te façamos amar, te sirvamos e te façamos servir, te louvemos e façamos que todas as criaturas te louvem. Faze que pela leitura da Palavra, os pecadores se convertam, os justos perseverem na graça e todos consigamos a vida eterna. Amém!

Canto: Vem, Espírito Santo, vem! Vem iluminar! (bis) – ou outro

* Jornal da semana: Partilhar acontecimentos importantes da semana. Podem ser fatos da vida pessoal, da família, do ambiente de trabalho, da comunidade, da cidade, do país ou do mundo. O importante é não desligar o encontro da vida concreta de todos os dias. NOTA: este momento não deve ocupar muito tempo.

PARA O FINAL DE CADA ENCONTRO

Marcar a data e o horário do próximo encontro e escolher a família
que vai receber o grupo dos irmãos e irmãs do Círculo Bíblico. É bom que seja um dos participantes, mas pode ser também na família de alguém conhecido disponível e desejoso de participar. É uma oportunidade para ampliar o Círculo.

ORAÇÃO FINAL: Pai Nosso… Ave Maria…
Bênção: Que o Senhor nos abençoe e nos guarde! Amém
Que o Senhor faça resplandecer a sua face sobre nós e nos dê a sua graça! Amém
Que o Senhor volte a sua face para nós e nos dê a paz! Amém
Que a bênção do Deus todo-poderoso, o Pai, o Filho e o Espírito Santo esteja e permaneça em nós para sempre! Amém.

2º DOMINGO DA PASCOA – 12 de Abril 

Providências: se possível, uma vela que foi acesa na Vigília Pascal. Colocá-la próxima àBíblia. Velas p/ todos.

1. Oração inicial: 

2. Leitura atenta de João 20,19-31
No mundo atual, estamos nos deparando de que a violência a cada dia cresce assustadoramente, mais a Igreja coloca neste segundo domingo da Páscoa o “Domingo da Misericórdia Divina” para que cresça em nós a semente que o próprio Deus plantou dentro de nós a misericórdia. A misericórdia gera a Paz
Dar testemunho de que Deu é amor e tem um projeto de justiça para a humanidade exige de nós compromisso. Os discípulos estão com medo por isso “estando de portas fechadas, por medo dos Judeus” Jesus vai ao encontro deles e diz “a Paz esteja convosco” “Então os discípulos se alegraram”” e Jesus disse “como o Pai me enviou, também eu vos envio. Enviou-nos para que? Para sermos profetas da Paz em nossas famílias, sítios, bairros, cidades, Estado e no mundo inteiro Ele por primeiro nos dar a Paz “A Paz esteja com Vocês” para depois contar com a nossa contribuição através do testemunhos de que Deus é amor e vida. O Ressuscitado nos anima a superar o medo e nos concede o dom da Paz da Justiça e da Misericórdia
.
3. Rezemos o Salmo 117 (118)

Neste dia festivo, nada mais belo que expressar a alegria da comunidade reunida como Igreja domestica na casa de ……
Este é o dia em que o senhor fez para nós:/ alegremo-nos e nele exultemos!
1. Dai graças ao Senhor, porque Ele é bom! “Eterna é a sua misericórdia!”
2. A casa de Israel agora o diga:”Eterna é a sua misericórdia!”.
3. A mão direita do Senhor fez maravilhas, a mão direita do Senhor me levantou.
Não morrerei, mais, ao contrario, viverei para cantar as grandes obras do Senhor.
4. A pedra que os pedreiros rejeitaram tornou-se agora pedra angular.
Pelo Senhor é que foi feito tudo isso: que maravilhas ele fez a nossos olhos!

4. Vamos meditar e ajudar-nos na conversa

Nós que participamos da Páscoa de Cristo, vibramos com as maravilhas de Deus Vivo na historia, em nossas vidas e na vida de nosso povo.
1. Quais as atividades dos poderes públicos e privados que mais revelam a Paz e a justiça?
2. Quais os frutos que o nosso encontro deixa escrito em nosso coração?
3. O que eu posso fazer para que a violência não cresça?

5. Vamos orar!

Quais são os medos que nos deixam desconfiados e temerosos? (alguns minutos de silencio. Acendem-se as velas). A presença do Ressuscitado ilumina as nossas vida. O sopro de seus lábios alivia as dores, tristezas e medos de nossos corações.

Canto: Por que tenho medo, se nada é impossível para ti? Nada é impossível para ti. Venceste a morte, pois nada é impossível para ti. Nada é impossível para ti.

Rezemos juntos: Senhor Jesus, ressuscitado e presente no meio de nós: dá-nos a paz. Envolve os nossos corações com a tua paz e que ela se estenda ao mundo inteiro, aos corações aflitos e às nações em guerra.

Oração final

3º DOMINGO DA PASCOA – 19 de Abril 

1. Oração inicial 

2. Leitura atenta de Lucas 24,35-38.

Os discípulos de Emaús reconheceram Jesus, ao partir do pão Lc 24,35. Na mesma hora, eles se levantaram e voltaram para Jerusalém, onde encontrou os discípulos reunidos com os outros a porta fechada. E estes confirmaram “realmente, o Senhor ressuscitou”. Ainda estavam falando quando o próprio Jesus apareceu no meio deles e lhes disse: “A Paz esteja convosco!” (24,36). A Palavra de Deus enche o nosso coração de alegria por que podemos encontrá-lo na escuta da Palavra e na partilha do Pão, entretanto a nossa maior alegria, é dar graças pela vida que em Jesus superou a morte, e participando do pão da vida a comunidade é chamada a se comprometer a empenhar-se com Ele em fazer crescer no mundo a vida nova que nasce da Páscoa. Levemos a alegria restauradora da fé que nos anima a sonhar novamente e acreditar que juntos no amor, somos atores da Paz.

3. Rezemos o Salmo 4:

Alegremo-nos com a presença constante de Deus em nossa vida, Ele é a única razão da nossa oração. Sobre nós fazei brilhar o esplendor de Vossa Face!
1. Quando eu chamo, respondei-me, ó meu Deus, minha Justiça
Vós que soubestes aliviar-me nos momentos de aflição
Atendei-me por piedade e escutai minha oração.
2. Compreendei que Nosso Deus faz maravilhas por Seu servo
Que o Senhor me ouvirá quando lhe faço minha prece
3. Muitos há que se perguntam: “Quem nos dá felicidade?”
Sobre nós fazei brilhar o esplendor de Vossa Face
4. Eu tranqüilo vou deitar-me e na paz logo adormeço
Pois só Vós, ó Senhor Deus dai segurança à minha vida

4. Vamos meditar e ajudar-nos na conversa
“Em meio às angústias, vitórias e lidas, no palco do mundo, onde a historia se faz, sonhei uma Igreja a serviço da vida, eu fiz do meu povo os atores da paz!”
– Como a Palavra de Deus pode nos ajudar a atuar em favor da paz?

5. Vamos orar!

A alegria da missão é a certeza da presença de Deus nas situações mais doloridas e inquietantes. Com a mão em direção da Bíblia dizemos juntos:
Cristo Ressuscitado ilumina nossas mentes, abre nosso coração para a acolher a tua vontade, procurada e amada. Que a tua Palavra fortaleça em nós a fé e a coragem de te servir. Amém. (preces espontâneas)
(Oração final)

4º DOMINGO DA PASCOA – 26 de Abril 

1. Oração inicial

2. Leitura atenta de João 10,11-18
No evangelho deste domingo, Jesus se apresenta como o Bom Pastor que conhece as suas ovelhas e elas o conhecem também. Pelo batismo, somos identificados como parte do rebanho de Jesus que é a Igreja.

3. Rezemos o Salmo 117 (118)
A pedra que os construtores rejeitaram tornou-se pedra angular.
1. Dai graças ao Senhor, porque Ele é bom, porque é eterna a sua misericórdia.
Mais vale refugiar-se no Senhor, do que fiar-se nos homens.
Mais vale refugiar-se no Senhor, do que fiar-se nos poderosos.
2. Eu Vos darei graças porque me ouvistes e fostes o meu Salvador.
A pedra que os construtores rejeitaram tornou-se pedra angular.
Tudo isto veio do Senhor: é admirável aos nossos olhos.
3, Bendito o que vem em nome do Senhor, da casa do Senhor nós vos bendizemos. Vós sois o meu Deus: eu Vos darei graças./ Vós sois o meu Deus: eu Vos exaltarei. Dai graças ao Senhor, porque Ele é bom, porque é eterna a sua misericórdia.

4. Vamos meditar e ajudar-nos na conversa
– Quais são os “lobos” que podem dispersar, confundir, atrapalhar o rebanho do Senhor?
– Como reconhecer o Bom Pastor em meio a tantos lobos que nos rodeiam?

5. Vamos orar!

Em nossas preces de hoje recordemos as ovelhas de Jesus espalhadas pelo mundo, especialmente as aquelas pessoas que vivem sem direção na vida… quantas ovelhas sem abrigo, sem emprego, desamparadas, esquecidas, sozinhas, presas… Rezemos pedindo que saibamos ouvir a voz do Bom Pastor que nos quer num mesmo rebanho vivendo a fraternidade de forma a nada faltar para ninguém.

Canto: Sou Bom Pastor, ovelhas guardarei. Não tenho outro oficio nem terei. Quantas vidas eu tiver eu lhes darei!

(Preces espontâneas)

Oração final 

Compartilhe nas redes sociais