Dom José Luiz Ferreira Salles, CSsR, bispo diocesano, enviou hoje (25) um comunicado ao povo da Diocese de Pesqueira insistindo para que todos continuem em suas casas. O pronunciamento do bispo faz referência ao discurso do Presidente da República, Sr. Jair Bolsonaro, qualificado pelo bispo como “desastroso”, indo de encontro com todas as iniciativas e providências tomadas até agora para o combate ao Corona Vírus no campo da prevenção.

Na nota intitulada “Escolhe, pois, a vida”, Dom José Luiz destaca ainda alguns pontos importantes para este momento da história, fazendo ao povo um pedido para que continue seguindo as orientações já dadas pela Organização Mundial da Saúde, pelo Ministério da Saúde, pela Secretaria Estadual de Saúde e pelas Secretarias Municipais de Saúde, o  exemplo do Papa Francisco, o apelo da CNBB e o exemplo dos párocos que suspenderam as celebrações e todas as atividades comunitárias em toda a Diocese.

O bispo frisa ainda o verbo CUIDAR, como imperativo para este tempo:

“Cuidar” é o apelo do Senhor neste tempo, espelhando-nos em Santa Dulce dos Pobres, Anjo Bom do Brasil, e atentos ainda aos apelos da Campanha da Fraternidade.  Cuidemos de nós, das nossas famílias e de todas as pessoas e rezemos pela saúde do mundo e também pela nossa. Continuem rezando conosco pelas redes sociais e pelas rádios.

“Que a saída de alguém de sua casa seja somente para o estritamente necessário ou para fazer alguma caridade, especialmente a idosos e idosas que vivem sozinhos, sozinhas ou para levar comida a alguém que vive na rua. Não percamos a esperança e o amor no coração!”

Veja a nota na íntegra:

“Escolhe, pois, a VIDA,
para que vivas, tu e teus descendentes.” (Dt 30, 19)

Irmãos e irmãs de nossa Diocese de Pesqueira!

          Estamos ainda atravessando uma difícil situação com a pandemia do Corona Vírus, em meio a grandes desafios, mas sobretudo com muita fé e esperança, onde todo o povo brasileiro é chamado a dar as mãos e a colaborar com ações concretas para o combate a este mal que atinge a nós e ao resto do mundo, com consequências que ameaçam, e em muitos casos, ceifam a vida humana.
Mediante este quadro tão complexo, fomos ontem surpreendidos com um pronunciamento do Exmo. Sr. Presidente da República, Jair Bolsonaro que, em rede nacional de rádio e TV, desastrosamente, falou ao povo brasileiro. Frente à fala do Presidente, como Pastor desta Diocese, atento às necessidades vitais do nosso povo, quero continuar a pedir a vocês, em nome de Deus, que

CONTINUEMOS EM NOSSAS CASAS!

           Peço que sigamos as orientações já dadas pela Organização Mundial da Saúde, pelo Ministério da Saúde, pela Secretaria Estadual de Saúde e pelas Secretarias Municipais de Saúde dos 13 Municípios que fazem parte da nossa Diocese.
Peço que sigam o exemplo do Papa Francisco, nossa liderança na Igreja Católica, que foi um dos primeiros a suspender todas as atividades no Vaticano e seguir, com bom senso e para o bem de todos, a orientação do isolamento social e de demais cuidados preventivos.
Peço que sigam ainda o apelo de Dom Walmor Oliveira de Azevedo, presidente da CNBB que, em nome de todos os Bispos do Brasil, têm nos orientado para ficarmos em casa, o mais que a gente puder.
Peço, por fim, que sigam o exemplo de nossos Párocos, que acolheram prontamente os decretos e as orientações dos Governos e da Diocese, suspendendo as celebrações e todas as atividades comunitárias em nossas 33 paróquias, áreas pastorais e reitoria.

CONTINUEMOS EM NOSSAS CASAS!

          Que a saída de alguém de sua casa seja somente para o estritamente necessário ou para fazer alguma caridade, especialmente a idosos e idosas que vivem sozinhos, sozinhas ou para levar comida a alguém que vive na rua. Não percamos a esperança e o amor no coração!
“Cuidar” é o apelo do Senhor neste tempo, espelhando-nos em Santa Dulce dos Pobres, Anjo Bom do Brasil, e atentos ainda aos apelos da Campanha da Fraternidade. Cuidemos de nós, das nossas famílias e de todas as pessoas e rezemos pela saúde do mundo e também pela nossa. Continuem rezando conosco pelas redes sociais e pelas rádios.
Que Maria, nossa Mãe, nos abençoe e nos leve em seu colo materno para acolher, com alegria, o seu Filho Jesus. A ela, nesta Festa da Anunciação do Senhor, rezemos:

“Salve Santa Maria, serva humilde do Senhor, mãe gloriosa de Cristo! Salve, Virgem fiel! Ensina-nos a ser dóceis ao Espírito. Ensina-nos a viver em atitude de escuta da Palavra, atentos às suas inspirações e às suas manifestações na vida dos irmãos, nos acontecimentos da história, no gemido e no júbilo da criação.”

Pesqueira, 25 de março de 2020.

Dom José Luiz Ferreira Salles, CSsR
Bispo Diocesano

Compartilhe nas redes sociais