O arcebispo de Mariana (MG), dom Geraldo Lyrio Rocha, e o bispo de Campos (RJ), dom Roberto Francisco Ferreira Paz, concederam entrevista coletiva à imprensa na tarde deste primeiro dia da 54ª Assembleia Geral (AG) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Neste momento com os jornalistas, os prelados apresentaram as atividades realizadas na sessão matutina do encontro e assuntos que constam na programação.

Dom Geraldo Lyrio destacou que a 54ª AG se reveste de elementos de “grande interesse da vida interna da Igreja e da sociedade brasileira, especialmente neste momento tão delicado da conjuntura social, econômica e política do nosso país”, destacando o tema central “Cristãos leigos e leigas na sociedade, sal da terra e luz do mundo” é uma espécie de resposta ao desafio pela Igreja enfrentado na sociedade.

Dom Roberto Ferreira Paz destacou as motivações para o tema central: o Concílio Vaticano II que mostrou o papel do laicato, os 25 anos da encíclica de João Paulo II Christifideles laici e, agora, basicamente a exortação apostólica Evangelii gaudium, uma Igreja em saída. “Então se propõe um laicato que seja sujeito, um laicato em saída e que tenha protagonismo na Igreja e na evangelização, afirmou o bispo.

Programação

Dentro da programação da 54ª AG, alguns temas ainda foram abordados pelos bispos. Previamente, citaram reflexão sobre a encíclica do papa Francisco Laudato Si’ – sobre o cuidado da casa comum e sobre o Jubileu da Misericórdia; a preparação para o Jubileu dos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida e para o XVII Congresso Eucarístico, que acontecerá em Belém (PA), no mês de agosto; comunicações sobre os jogos olímpicos e paraolímpicos do Rio de Janeiro; e um Vademecum sobre o processo de nulidade matrimonial.

CNBB

Compartilhe nas redes sociais