REDAÇÃO CENTRAL, 19 Jun. 17 / 12:16 pm (ACI).- A Sala de Imprensa da Santa Sé anunciou nesta segunda-feira, 19 de junho, que o Papa Francisco realizará uma viagem ao Chile de 15 a 18 de janeiro, e ao Peru de 18 a 21 de janeiro de 2018.

No Chile, o Santo Padre irá a Santiago, Temuco e Iquique. No Peru, estará em Lima, Puerto Madonado e Trujillo.

“O programa da viagem será publicado em seu devido tempo”, assinala o comunicado do Vaticano.

O Arcebispo de Lima e Primaz do Peru, Cardeal Juan Luis Cipriani, afirmou em coletiva de imprensa que “o Santo Padre recebe diariamente convites de países do mundo inteiro. Ele priorizou a visita ao Peru e ao Chile. Isto nos leva a pensar no enorme carinho que tem pelo nosso país”.

O Papa, disse, “vem como um peregrino de paz, justiça, unidade. É uma grande oportunidade para que toda a família peruana busque o melhor, sabendo que o Papa traz esta mensagem de reconciliação e espírito missionário, que a Igreja se abra a todos os rincões”.

“Convido-os para que juntos possamos preparar bem esta visita do Papa que significará um antes e um depois na história do país”, concluiu.

Por sua parte, o presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynski, afirmou na sede da Conferência Episcopal Peruana que “é um prazer estar novamente nesta sala com um propósito verdadeiramente glorioso que é a presença do Papa. Como disse o Cardeal Cipriani, este acontecimento marcará um antes e um depois”.

“Pedi ao Ministro (de trabalho) Alfonso Grados que coordene com o governo. Acredito que esta visita será um enorme sucesso”.

No Chile, o Núncio Apostólico no país, Dom Ivo Scapolo, divulgou a notícia acompanhado por Dom Santiago Silva, presidente da Conferência Episcopal do Chile (CECh); do Cardeal Ricardo Ezzati, Arcebispo de Santiago; e Dom Fernando Ramos, secretário geral da CECh, que será o coordenador geral da visita papal.

No anúncio, o secretário geral da Conferência Episcopal deste país, Dom Fernando Ramos, afirmou que “o Papa é uma figura relevante, pois é o sucessor de Pedro, a sua palavra e o seu testemunho sempre são destinados a confirmar o seguimento à pessoa de Jesus”.

“Em sua visita, ajudará a Igreja a reafirmar o nosso seguimento a Jesus”, acrescentou.

Compartilhe nas redes sociais